Normas de publicação

Objectivos e âmbito

A Acta Reumatológica Portuguesa (ARP) é uma publicação científica internacional, revista por pares, abrangendo aspectos clínicos e experimentais das doenças reumáticas. São publicados artigos originais, artigos de revisão, casos clínicos, imagens em Reumatologia, cartas ao editor e artigos que visam melhorar a Prática Clínica (recomendações e protocolos clínicos, por exemplo).

A ARP foi fundada em 1973 como orgão científico oficial da Sociedade Portuguesa de Reumatologia e subscreve os requisitos para apresentação de artigos a revistas biomédicas elaboradas pela Comissão Internacional de Editores de Revistas Médicas (International Commitee of Medical Journal Editors), publicada na íntegra inicialmente em N Engl J Med 1991; 324: 42428 e actualizada em Outubro de 2008 e disponível em www.ICMJE.org. A política editorial da ARP segue as Recomendações de Política Editorial (Editorial Policy Statements) emitidas pelo Conselho de Editores Científicos (Council of Science Editors), disponíveis em http://www.councilscienceeditors.org/files/public/entire_whitepaper.pdf.

A ARP publica preferencialmente artigos escritos na língua Inglesa. Caso os autores optem por submeter em Português, poderá ser solicitada a sua tradução para a língua Inglesa. O rigor e a exactidão dos conteúdos, assim como as opiniões expressas, são da exclusiva responsabilidade do(s) autor(es).

Os artigos submetidos devem ser originais e não podem ter sido publicados previamente.

Os artigos publicados constituirão propriedade da revista, não podendo ser reproduzidos, no seu todo ou em parte, sem a prévia autorização dos editores.

A Revista está indexada no PubMed/Medline e os seus artigos estão disponíveis online na íntegra, com acesso aberto e gratuito.
 

Instruções para submissão de artigos

A Acta Reumatológica Portuguesa oferece aos autores um sistema de submissão e revisão de artigos a funcionar exclusivamente online. Acedendo ao website da ARP (www.actareumatologica.pt), os autores poderão submeter os seus artigos e acompanhar o seu estado no processo de revisão. Os autores serão notificados por email no próprio dia em que o(s) seu(s) artigo(s) sofra(m) alterações relevantes durante o processo editorial.

De modo a submeter um manuscrito, os autores deverão criar uma conta de utilizador:

  • Aceder ao website da ARP (www.actareumatologica.pt), clicar no link "Entrar" seguido de "Registo" e seguir cuidadosamente todas as instruções fornecidas. Um email de activação será enviado para a sua conta de email. Para activar a conta ARP é necessário seguir o link fornecido no corpo desse email, que automaticamente o redirecionará para uma mensagem de registo no website da ARP.


Após a criação de uma conta ARP, os autores poderão submeter e acompanhar o progresso do(s) seu(s) artigo(s):

  • Aceder ao website da ARP (www.actareumatologica.pt), entrar na area privada e clicar no link "Submeter artigo". Preencher o formulário seguindo as instruções cuidadosamente.


Instruções aos autores

Para evitar atrasos no processo de revisão, leia cuidadosamente as instruções e assegure-se de que o seu manuscrito está de acordo com os requisitos da ARP antes de submeter (número de palavras e formato).

  • Título do artigo: o título deve descrever brevemente o conteúdo do artigo. Não devem ser usadas abreviaturas. Deve ser indicado um curto título para rodapé. Nos artigos escritos em português é necessário incluir o título em inglês.
  • Nome dos autores e afiliações
  • Informações do autor responsável pela correspondência: nome, morada, telefone e endereço electrónico
  • Resumo: com um máximo de 350 palavras ,deve incluir objectivos, material e métodos, resultados e conclusões. Para os casos clínicos o limite de palavras é 180.


Tipos de artigo:

  • Editoriais: Os Editoriais serão solicitados por convite do Editor e constituirão comentários sobre tópicos actuais ou sobre artigos publicados na revista. O texto dos Editoriais não deverá exceder as 1200 palavras, um máximo de 15 referências e pode conter uma figura ou tabela.
  • Artigos de Revisão: Preferencialmente, os Artigos de Revisão serão também solicitados pelo Editor. No entanto, os autores interessados em apresentar um Artigo de Revisão podem contactar o Editor para discussão dos temas a apresentar no artigo, o qual não deverá exceder as 4000 palavras, 6 Tabelas ou Figuras e 100 referências;
  • Artigos Originais: O texto dos Artigos Originais deve ser apresentado com uma Introdução, Material e Métodos, Resultados, Discussão e Conclusão. Não deverá exceder as 4000 palavras, 6 Tabelas ou Figuras e 60 referências;
  • Prática Clínica: O texto dos artigos de Prática Clínica deve ser apresentado com uma Introdução, Material e Métodos, Resultados, Discussão e Conclusão. Não deverá exceder as 4000 palavras, 6 Tabelas ou Figuras e 60 referências;
  • Casos Clínicos: O texto dos Casos Clínicos deverá ser apresentado com uma Introdução, Caso Clínico e Discussão. Os Casos Clínicos deverão ser acompanhados de figuras ilustrativas/tabelas (máximo de 6), não deverão exceder as 2000 palavras e 25 referências;
  • Imagens em Reumatologia: Imagens representando manifestações clínicas raras ou de particular interesse podem ser submetidas (no máximo 4). O texto acompanhante não deverá exceder as 500 palavras e 5 referências
  • Cartas ao Editor: As Cartas ao Editor deverão constituir um comentário critico a um artigo da Revista ou uma pequena nota sobre um tema ou caso clinico. O texto não deverá exceder as 600 palavras, uma Figura/Tabela e um máximo de 10 referências.


Tabelas: As Tabelas a inserir devem ser assinaladas no texto em numeração romana. Cada Tabela deverá possuir um título e não deverá apresentar linhas verticais. As linhas horizontais só deverão ser usadas como separadores de título e subtítulos. Todas as abreviaturas usadas devem ser explicadas na parte inferior da Tabela.

Figuras: As Figuras a inserir devem ser assinaladas no texto em numeração árabe e apresentar legendas. Cada Figura deve ser importada individualmente em format JPEG ou TIFF de alta qualidade. O Editor reserva o direito de agrupar Figuras ou alterar o seu tamanho de modo a rentabilizar o uso da páginas.

Referências: As Referências bibliográficas devem ser classificadas e numeradas por ordem de entrada no texto e em superscript. As abreviaturas usadas na nomeação das revistas devem ser as utilizadas pelo Index Medicus. Nas Referências com 6 ou menos autores, todos devem ser nomeados. Nas Referências com 7 ou mais autores, devem ser nomeados os 3 primeiros seguidos de et al. Os números de página inicial e final devem ser totalmente apresentados (ex. 565-569 e não 565-9). Não indicar o número da Revista nem o mês da publicação. As Referências correspondentes a trabalhos não publicados, apresentações ou observações pessoais, devem ser inseridas no próprio texto (em parenthesis) e não como Referências convencionais. Os autores são responsáveis pela exactidão das Referências apresentadas. Seguem-se alguns exemplos de como devem constar os vários tipos de Referências:

 

Revista


Nome(s) e iniciais do(s) autor(es). Título do artigo. Nome da Revista Ano; Volume: Página (s).

Ex: Hill J, Bird HA, Hopkins R, Lawton C, Wright C. Survey of satisfaction with care in a rheumatology outpatient clinic. Ann Rheum Dis 1992; 51: 195-197.
 

Artigo publicado online (inserir DOI)


Nome(s) e iniciais do(s) autor(es). Título do artigo. Nome da Revista Published Online First: data. doi.

Ex: Merkel PA, Curthbertson D, Hellmich B et al. Comparison of disease activity measures for ANCA-associated vasculitis. Ann Rheum Dis Published Online First: 29 July 2008. doi:10.1136/ard.2008.097758.


Capítulo de livro

Nome(s) e iniciais do(s) autor(es) do capítulo. Título do capítulo. In: Nome(s) e iniciais do(s) editor(es) medico(s). Título do livro. Cidade: Nome da casa editorial, ano de publicação: primeira a última página do capítulo.

Ex: Stewart AF. Hypercalcemia resulting from medications. In: Favus MD, ed Primer on the Metabolic Bone Diseases and Disorders of Mineral Metabolism. New York: Raven Press, 1991: 177-178.

 
Livro

Nome(s) e iniciais do(s) autor(es). Título do livro. Cidade: Nome da casa editorial, ano de publicação: página(s).

Ex: Lorig K. Patient Education. A practical approach. St Louis: Mosby-Year Book, 1992: 51.


Documento electrónico

Título do documento. http://address. Data de acesso.

Ex: Programa Nacional de Luta Contra a Tuberculose. Sistema de Vigilância (SVIG-TB).

Direcção-Geral da Saúde – Divisão de Doenças Transmissíveis, Março de 2005.

http://www.dgsaude.pt/upload/membro.id/ficheiros/i006875.pdf. Accessed in January 25th 2008.

Agradecimentos

Incluir nesta secção agradecimentos a pessoas que tenham contribuído para o trabalho mas sem autoria. Instituições ou fontes de apoio financeiro também poderão aqui ser indicadas.

 

Processo de Revisão

Os artigos submetidos são enviados a revisores especializados no tema do artigo. Concluída a revisão do artigo, os autores são notificados, recebendo os pareceres e comentários dos revisores acerca do estado do mesmo. Com base nesses pareceres, os autores deverão editar o artigo, corrigi-lo e resubmetê-lo para nova revisão. Na resubmissão de um artigo terão de ser incluídas em anexo uma carta-resposta aos Revisores e um .doc com uma versão do artigo em track changes. Este documento não deverá ter qualquer identificação dos autores nem as respectivas afiliações. Caso o artigo se mantenha sem uma resposta dos autores durante mais de 6 meses, a Equipa editorial reserva-se no direito de o retirar do processo de revisão.   

Critérios de Revisão

Os critérios de aceitação de um artigo para publicação têm em consideração a qualidade e originalidade do artigo apresentado, a excelência na redacção e organização do mesmo e o potencial impacto na literatura médica.

Todos os artigos aceites para publicação serão mantidos e apresentados como “online-first” até que os Editores os seleccionem para integrar um número específico da Revista.


Revisão de provas

Os autores dos artigos aceites para publicação receberão uma versão digital da prova do artigo para validação. Assim, as provas devem ser revistas durante as 72h que sucedem a sua recepção. Os autores são responsáveis pela cuidada revisão do texto, Figuras, Tabelas, Legendas e Referências, e deverão contactar os Editores no caso em que sejam necessárias alterações. Apenas pequenas alterações e correcções tipográficas são permitidas nesta fase.


Direitos de autor

Após aceitação para publicação, os autores transferem para a ARP os direitos de autor do manuscrito.